Paranaense no maior Congresso de ortodontia dos Estados Unidos

Alexandre Moro, Doutor em Ortodontia e também professor da UFPR e Universidade Positivo, embarca neste sábado para uma maratona de atualizações da área nos Estados Unidos. Inicialmente ele visitará a Universidade de Michigan, em Ann Arbor, por três dias.

Isso porque duas alunas da Universidade Positivo fizeram a parte experimental da Dissertação de Mestrado na universidade americana. Neste estudo, elas trataram pacientes com retrognatismo mandibular (falta de crescimento na arcada inferior – mandíbula) com o aparelho de Herbst. A avaliação do efeito do aparelho sobre os ossos (maxilares e mandíbula) e sobre os dentes foi realizada empregando tomografias computadorizadas de feixe cônico. “A Universidade de Michigan se destacou nos últimos por desenvolver programas em 3D para avaliar essas tomografias. Vou conferir as últimas novidades sobre a utilização desses programas”, explica Moro.

Em seguida, ele viaja para San Francisco, onde no dia 15 participará do Congresso da Associação Americana de Ortodontia Lingual. E, entre os dias 16 e 19, apresentará um trabalho no Congresso da Associação Americana de Ortodontia, o maior e mais importante encontro da área, que reúne 20 mil ortodontistas do mundo todo para conhecer as tendências da Ortodontia.

Moro apresentará o estudo:

“Efeito de Diferentes Tratamentos da Base de Bráquetes Cerâmicos na Resistência de União ao Esmalte após a Recolagem”, dissertação de Mestrado também desenvolvida na Universidade Positivo. “Nesse trabalho avaliamos a colagem de bráquetes de cerâmica (transparentes) com a intenção de melhorar a adesão ao esmalte do dente”,

Destaque no blog cinemaskope